WEBNAR SOLUÇÕES DE CERCAMENTO ELETRÔNICO

Forp Webnar
29 de setembro de 2021

No dia 09 de setembro, nós da Fibra Óptica Rio Preto, participamos de mais um evento da Rede Cidade Digital, o Webinar RCD – Região de Araçatuba, com apresentação de José Marinho e Valdireni Alves, e presença de mais de 50 gestores públicos, entre prefeitos, secretários, diretores e profissionais de Tecnologia da Informação.

 

Rede Cidade Digital (RCD) é uma iniciativa de estímulo ao surgimento de localidades conectadas e eficientes. Realiza em parceria com Prefeituras e Associações de Municípios, eventos gratuitos para prefeitos, gestores e vereadores pelo país, como forma de levar conhecimento sobre como utilizar as Tecnologias da Informação e Comunicação no aprimoramento dos serviços públicos nos pequenos e médios municípios.

 

O representante e palestrante FORP neste evento tão importante foi o Vinicius Fogassa, Coordenador de Operações, ao qual apresentou a palestra “Sistemas de Videomonitoramento sem inteligência não resolvem nem detectam crimes!”.

 

Dentre os assuntos abordados, vale  conceituar e questionar o entendimento em relação ao termo cercamento eletrônico, para que seja possível analisar que tradicionalmente esses sistemas resumem-se a leitura de placas de veículos, porém o crime se moderniza diariamente e faz-se necessário compreender que ao trocar de veículo ou ao trabalhar com um automóvel em conformidade com as leis, perde-se boa parte do processo de segurança. O crime se desloca sobre rodas, e para um adequado projeto de segurança eletrônica é extremamente relevante a criação de estratégias tecnológicas e de inteligência para que haja uma real diminuição da criminalidade do município/região. Para tal, a Fibra Óptica Rio Preto trabalha em seus projetos em conjunto com a Sentry, um sistema pioneiro no monitoramento de veículos em vias públicas, precursor do conceito de cerco inteligente ou muralha eletrônica. Hoje, com mais de 20 anos de evolução, esta plataforma oferece diversas soluções para os problemas cotidianos das centrais de monitoramento.

O objetivo dos projetos de cercamento eletrônico com Sentry é criar uma central de inteligência no município, que gera informações qualificadas por meio da integração com forças de segurança pública e da colaboração entre municípios participantes do projeto.

Esta troca de informações e a inteligência artificial embarcada no Sentry são os diferenciais para se diminuir a criminalidade, porque ajuda a conhecer e entender quem está planejando o crime e se torna uma ferramenta importante para a segurança pública e para os gestores municipais.

Entender que quanto maior o número de cidades de uma mesma região participando do projeto, maior segurança elas possuirão, e consequentemente haverá redirecionamento dos criminosos para municípios com menor inteligência em estruturas de segurança e com isso o objetivo de combater a criminalidade em seu amplo conceito, estará sendo atingido.



Compartilhar: